Confira como foi a 15ª Edição Ultra Trail du Mont Blanc

0

Terminou no último domingo (03/09) a 15ª Edição Ultra Trail du Mont Blanc. Foram diversos corredores de todo o mundo que participaram de cinco categorias diferentes (UTMB- 167,5 KM, CCC – 101 KM, TDS- 119 KM, OCC- 56KM e PTL – 300KM). Países como França, Espanha, EUA e Grã-Bretanha reuniram as maiores quantidades de atletas da competição.

O tempo teve um papel importante na corrida deste ano, assim como aconteceu na edição anterior, mas por motivos diferentes. Em 2016, os atletas tiveram que lidar com o forte calor e a luz do sol, enquanto nesta edição a corrida foi atingida por fortes chuvas e neve, forçando muitos a abandonar cedo.

Confira abaixo os resultados da 15ª Edição do Ultra Trail du Mont Blanc.

UTMB – Ultra Trail du Mont Blanc

Foto: Site Chamonet

Dos 2.537 atletas que iniciaram a corrida a prova principal, “apenas” 1.686 cruzaram a linha de chegada, enquanto 851 não conseguiram completar o trajeto.

O grande vencedor do Ultra Trail du Mont Blanc foi François d’Haene, da França, que conquistou o primeiro lugar na corrida masculina com o tempo de 19 horas 1 minuto, logo à frente da lenda Kilian Jornet, da Espanha, que terminou a prova em 19 horas e 16 minutos. Com este resultado, os dois atletas estão com 3 vitórias cada no UTMB. O terceiro lugar ficou com o americano Tim Tollefson, que cruzou a linha em 19 horas e 53 minutos.

O brasileiro melhor colocado foi Vitor Rage, que terminou em 220º, ao fechar a prova em 36 horas e 46 minutos.

Ainda na categoria masculina, vale ressaltar a desistência do português Carlos Sá, que não completou a prova devido as condições climáticas adversas no Ultra Trail du Mont Blanc.

” Infelizmente e quando fisicamente estava ótimo e o organismo a aceitar a comida que é sempre um drama nestas ultras, a visão piorava e juntei-me ao amigo Diego Pazos na subida ao Bertone, caí três vezes a subir, já não via onde metia os pés, no início da descida mais uma queda onde parto um bastão e uma distensão brutal do quadricipete.” – Disse o português em sua rede social.

Na corrida feminina, a espanhola Núria Picas ficou no lugar mais alto do pódio, com o tempo de 25 horas e 46 minutos, apenas 3 minutos a frente de Andrea Huser, da Suíça. A francesa Christelle Bard ocupou o terceiro lugar com 26 horas e 39 minutos.

As brasileira Fernanda Maciel, que chegou a ocupar a quarta colocação,  não conseguiu finalizar o percurso. Fernanda teve um problema nos olhos, o que impossibilitou sua permanência na prova.

Duas semanas atrás fiquei 3 dias no hospital para curar um problema nos meus olhos. Pensei que já estavam curados pra UTMB, trouxe na mochila óculos e pomada pra proteger, mas os flocos de neve caindo, a chuva com ventania e a neblina -7 graus machucaram ainda mais meus olhos durante a corrida de toda a noite. Não passei dos 100km, triste e me desculpem por não representar hj. A prova estava dura, técnica e competitiva, como gosto. Obrigada pela torcida e até a próxima.” – disse a brasileira em sua conta no Facebook.

Outra brasileira que não conseguiu finalizar o trajeto foi Manu Vilaseca, devido a um problema nos olhos também. Sobre sua desistência, quando estava no Top 30 da prova, Manu desabafou no faceboo:

Hoje descobri que não estou curada do problema que tenho nos olhos, como pensava que estivesse. Infelizmente está fora do meu alcance e correr sem enxergar é algo que não tenho como fazer. Deixei a UTMB quando subia o Grand Col Ferret e, embora isso me deixe triste, aceito a situação de consciência limpa porque estou certa de que não havia outra alternativa. Guardo no coração a parte boa e todo o processo que foi para eu me preparar para essa prova. Ela sempre estará aí”.

 

CCC

Foto: Site Chamonet

Foram 2.155 atletas que participaram do CCC deste ano, com 1.742 finalistas e 413 que não conseguiram terminar o curso de 101km.

A categoria masculina foi conquistada pelo americano Hayden Hawks, em 10 horas e 24 minutos. Na segunda colocação ficou o polonês Marcin Swierc, com o tempo de 10 horas 42 minutos, e em terceiro lugar foi para o francês Ludovic Pommeret, com 10 horas e 50 minutos.  O brasileiro Sergio Vilar foi o melhor colocado do país, terminando em 117º, com o tempo de 15 horas e 58 minutos.

Na corrida feminina, a americana Clare Gallagher conquistou o topo do pódio com o tempo de 12 horas e 13 minutos. Maite Maiora Elizondo , da Espanha, aparece em segundo lugar com 12 horas e 26 minutos.  A terceira colocação também foi uma corredora espanhola, Laia Canes fez o tempo de 12 horas e 47 minutos. A brasileira Cyntia Terra ficou em 30º lugar, com o tempo de 17 horas e 10 minutos.

TDS

Foto: Site Chamonet

Dos 1.818 corredores que iniciaram a corrida TDS de 119 km este ano, 1.251 cruzaram a linha, enquanto 567 atletas não conseguiram finalizar a prova.

Na prova masculina o domínio foi da França. Os corredores franceses ocuparam os três melhores lugares do pódio, com Michel Lanne em primeiro com 14 horas e 33 minutos, Antoine Guillon em segundo, com 14 horas 36 minutos e Sylvain Camus em terceiro também com 14 horas 36 minutos.

O melhor brasileiro da categoria foi o mineiro Francisco Porto Ottoni, que fechou a prova na 73ª posição, ao cravar o tempo de 23 horas e 39 minutos.

Na corrida feminina, a favorita Mimmi Kotka, da Suécia, conquistou a vitória com o tempo de 15 horas e 47 minutos. O segundo lugar foi para a francesa Maud Gobert com 18 horas e 11 minutos e o terceiro lugar para a húngara Ildiko Wermescher em 18 horas e 20 minutos. A brasileira Andrea Vidal foi a melhor colocada do país. Ela ficou no 83º lugar, com o tempo de 29 horas e 12 minutos.

OCC

Foto: Site Chamonet

A corrida OCC contou com 1.565 corredores em um percurso de 56 km. Apenas 97 não conseguiram finalizar o trajeto.

Marc Lauenstein  conquistou a vitória para a Suíça, com o tempo de 5 horas e 19 minutos. Em segundo lugar, o francês Thibaut Baroniam  terminou o trajeto com o  tempo de 5 horas e 23 minutos e, em terceiro lugar, Ivan Camps da Espanha com 5 horas e 27 minutos. O brasileiro melhor colocado foi Ernani Souza, que ficou em 51° lugar, com o tempo de 6 horas e 19 minutos.

Na categoria feminina, a corredora espanhola Eli Gordon Rodriguez venceu com o tempo de 6 horas e 12 minutos. O segundo lugar ficou com a sueca Emelie Forsberg, e o terceiro lugar foi para Amendine Ferrato , da França, que cravou o tempo de 6 horas e 29 minutos.

A brasileira melhor colocada na categoria foi Isadora Pereira, que terminou no 84º lugar, com o tempo de 9 horas e 46 minutos.

PTL

Foto: Site Chamonet

O PTL de 300 km tinha 116 iniciantes e desses 61 conseguiram terminar.

O time vencedor deste ano do Ultra Tral Mont Blanc foi o  “Autourdutrail” com 117 horas, seguido de “Montagn’hard3” com 126 horas e “Les Chez RUBIN”, também  com 126 horas.

Abaixo um vídeo sobre a edição deste ano do Ultra Trail du Mont Blanc.

UTMB® Best of 2017

UTMB® Best Of 2017 – congrats to all finishers, those who could not, and those who are heading to Chamonix right now…Le Best Of de l'édition 2017 de l'UTMB® – bravo à tous les finishers, ceux qui n'ont pas pu, et ceux qui continuent actuellement…

Posted by Ultra Trail du Mont Blanc – UTMB on Sunday, September 3, 2017

Compartilhe.

About Author

Vinicius Reche

Tinha o sonho de ser jogador de futebol. Apaixonado por todos os tipos de esportes, tem como principal desejo, viajar por todo mundo para curtir lugares novos, e experiências únicas. Atualmente, cursa o último ano de Jornalismo na Universidade Metodista de São Paulo.

Leave A Reply

1 2 3 4 5