Trancoso: o vilarejo baiano visto sob uma perspectiva diferente

0

Em 23 de abril de 1500 a esquadra de Pedro Alvares Cabral desembarcava no Rio dos Frades, em Trancoso, tomando assim o Brasil em posse de Portugal. O vilarejo baiano é a pedra fundamental da nossa história e ali é preservado a memória do descobrimento do país.

Hoje a pacata vila, oriunda da colonização pelos Jesuítas, abriga ao redor do Quadrado, o coração da vila, um casario antigo bem preservado, onde estão situados restaurantes, bares, pousadas e todo o comércio. Na região se reúnem artesãos e artistas locais, que ali estão desde antes da vila ser descoberta e revelada ao mundo por hippies que lá chegaram na década de 70.

A história do descobrimento do Brasil, da colonização pelos Jesuítas e a elevação da vila ao patamar de destino turístico sofisticado, deixam em segundo plano a história e a vida das pessoas simples que ali vivem, pessoas estas que, apesar dos traços marcantes que denotam uma vida árdua, se empermeiam ao grande fluxo de turistas, passando muitas vezes desapercebidas diante dos atrativos que Trancoso oferece.

Em visita recente ao vilarejo conheci o Vicente, artesão local que há anos confecciona bolsas femininas tendo como matéria prima o junco. O trabalho totalmente feito a mão por meses a fio é por ele vendido nos arredores do Quadrado, por valores que ultrapassam um milhar de reais.

Vicente o artesão de bolsas

Vicente: o artesão de bolsas

Também,  me deparei ao entardecer com uma roda de samba formada por habitantes da vila, cujas mãos calejadas pelo trabalho tocavam com maestria os instrumentos, trazendo notas harmoniosas que expressavam uma alegria irradiante.

Roda de Samba em Trancoso/BA

Roda de Samba em Trancoso/BA

O cotidiano dessas pessoas mostra muito sobre a atmosfera que Trancoso transmite ao visitante, a beleza das praias, a arquitetura e o conforto dos hotéis luxuosos por vezes escondem uma beleza que é deixada em segundo plano, mas olhando com cuidado percebemos que toda a magia do local, começa no brilho dos olhos dos habitantes dessa joia no sul da Bahia.

Mãos calejadas tocam com maestria

Mãos calejadas tocam com maestria

© André Nunez – Todos os direitos reservados.
É Proibido qualquer tipo de reprodução das imagens sem autorização.
Imagem protegida pela Lei de Direitos Autorais nº 9.610 de 19/02/1998.

 

Compartilhe.

About Author

André Nunez

André é fotógrafo publicitário desde 2001. Especializado em fotos aéreas, atualmente projeta novas expedições fotográficas e estuda linguística, semiótica e arte. Antenado ao que há de mais moderno ele é o nosso guru da fotografia.

Leave A Reply

1 2 3 4 5